Deixe sua piscina mais segura para sua família.

Cuidados com ralos de fundo

Um motivo de muita preocupação no aspecto segurança são sem dúvida os problemas com os ralos de fundo, totalmente

negligenciados pela grande

maioria dos usuários, proprietários e responsáveis por piscinas e, o que é pior, pela maioria dos projetistas.A força de atração que a bomba de uma piscina, mesmo de pequena potência exerce no corpo (ou parte dele) de uma pessoa contra o ralo de fundo é muito grande.Muitas vezes um adulto não consegue se livrar da ação dessa força sozinho ou mesmo com o auxílio de várias pessoas adultas, não se consegue retirá-la.
Os acidentes normalmente ocorrem com crianças e jovens com idade superior a 5 anos, diferentemente dos casos de afogamentos. Nesses acidentes, banhista pode morrer ou ficar em estado vegetativo, e algumas vezes, quando a sorte ajudar, poderá sair ileso.
As pessoas responsáveis pela supervisão de piscinas devem ser alertadas para a gravidade do problema, que, apesar de não muito frequente, apresenta resultados desastrosos, quer para a vítima, quer para os seus parentes, com a morte ou invalidez permanente da vítima. Como consequência, os responsáveis pela piscina muitas vezes têm de arcar com indenizações vultosas e muitas vezes corretas.

 

Piscinas públicas e piscinas residenciais

Embora as piscinas públicas trabalhem com bombas mais potentes, e portanto com maior poder de sucção, devido a um número maior de ralos de fundo interligados, ou ralos de grandes dimensões, aliado ao fato de serem obrigadas à supervisão de salva-vidas, o número de acidentes envolvendo ralos de fundo não é comum. Piscinas residenciais, a maioria delas com um único ralo de fundo e com grades planas, são as grandes responsáveis por grande número de acidentes.
Diferença entre grade e tampa
Grade é a parte superior do ralo de fundo, de formato plano, com rasgos ao longo de toda a sua área. A tampa tem formato abaulado, com rasgos na sua parte periférica. Sem dúvida algumas tampas são menos perigosas que as grandes, e os ralos de fundo, em conjunto com essas tampas, são chamados drenos antiturbilhão.

 

Como as pessoas ficam presas

As pessoas podem ficar presas no ralo de fundo por partes do corpo ou objetos anexos ao corpo, como por exemplo, correntes no pescoço ou vestimentas. As maneiras como isso ocorre são:

Cabelo: O Cabelo é responsável por um grande número de acidentes em ralos de fundo e as pessoas do sexo feminino são as mais atingidas. Embora com o cabelo ainda exista passagem de água, o banhista fica preso no ralo de fundo porque o cabelo enrosca na grade ou tampa o ralo de fundo.
Parte dorsal do corpo: É também um dos grandes responsáveis pelo número de acidentes. A parte dorsal do corpo, devido ao seu tamanho, pode tapas totalmente o ralo, produzindo uma força de sucção muito grande.
Nádegas: Da mesma maneira que o caso anterior, é muito comum, principalmente em piscinas rasas com força de sucção muito grande. Nesse caso, provoca a evisceração do intestino, podendo resultar na morte do banhista.
Dedos da mão: Este tipo de acidente é o menos comum, e quando a grade ou tampa do ralo têm aberturas inferiores a 10 mm, como especificado pela ABNT, a probabilidades de sua incidência é pequena.
Membros: São pernas e braços, mas, devido às suas dimensões de largura estreitas, têm pouca probabilidade de cobrir todo o ralo e, portanto, sua ocorrência é pequena.
Joias e roupas: O ralo de fundo pode prender joias, como correntes, braceletes, bem como trajes de banho, mas sempre com menor possibilidade de acidentes e, quando ocorrem, a probabilidade de escapas é maior.

 

Fonte:  ANAPP – Associação Nacional dos Fabricantes Construtores de Piscinas e Produtos  Afins

Site: http://www.anapp.org.br/boletim.html